Seja Mudança. Assista o vídeo.

Entenda como melhor utilizar o Projeto Político Pedagógico em sua escola

O Projeto Político Pedagógico (PPP) é um documento exigido pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e tem o objetivo de apresentar como a escola se organiza em torno de seus métodos pedagógicos, identidade, missão e objetivos.

Fica mais fácil entender as dimensões retratadas nesse documento a partir dos termos que compõem a sigla PPP. Projeto é o plano de ação; envolve as propostas e os meios que a escola utiliza para alcançar os objetivos delineados no documento. Político se refere à maneira como a escola se insere no contexto social e, dessa forma, contribui para uma formação cidadã dos alunos.

E, finalmente, Pedagógico trata do conjunto de projetos e atividades educacionais desenvolvidos na escola que contribuem para a melhora da relação de ensino-aprendizado na sala de aula. Se você quer entender boas práticas para o Projeto Político Pedagógico da sua escola, continue esta leitura e anote as nossas dicas!

Realizar um diagnóstico da escola

Conhecer a escola é o primeiro passo. A elaboração desse documento exige um estrito diagnóstico da instituição em todas as suas áreas: relação com as famílias dos alunos, critérios de avaliação escolar, dados e estatísticas sobre os resultados em sala de aula, diretrizes pedagógicas, etc.

A equipe responsável pelo Projeto Político Pedagógico pode ser constituída de diversas formas, como por meio de um conselho (com membros dos diferentes setores da comunidade escolar) ou via um grupo mais restrito de gestores.

O que não pode faltar na construção desse documento é a figura de um mobilizador, posição comumente sob responsabilidade da direção escolar, e a garantia de que essa é uma ação colaborativa: debates e trocas de experiências com a presença de educadores e membros da direção ajudam na elaboração de um documento fiel à realidade da escola.

Definir metas para a instituição

As discussões em torno do Projeto Político Pedagógico devem gerar conclusões sobre os desafios enfrentados pela escola. Nessa fase, devem ser definidas objetivamente metas e o que será feito para alcançá-las em cada um dos setores.

É importante que as metas ofereçam prazos e permitam definir quais profissionais serão mobilizados. Isso significa que não se deve ficar apenas na discussão teórica sobre o que é melhor para a comunidade escolar. Alguns exemplos de medidas diretas são alterações no currículo escolar e atualização de livros didáticos.

Disponibilizar o documento para a comunidade escolar

Um erro comum no uso do Projeto Político Pedagógico é não tornar o documento acessível para todos os interessados. Saiba que, além de manter PPP atualizado, é importante que a gestão escolar o disponibilize em formas impressas (cartazes e folders, por exemplo) e no meio digital (no site da instituição e nas redes sociais).

Manter os alunos e os seus responsáveis, os educadores e demais funcionários por dentro dos objetivos da escola é uma excelente estratégia de engajamento.

Cumprir todas as etapas na elaboração do Projeto Político Pedagógico permite que a escola organize suas atividades internas e defina suas metas de crescimento. Mas é importante lembrar que a construção e divulgação desse documento não é o final do processo.

As normas do Projeto Político Pedagógico devem ser revisitadas periodicamente e as ações realizadas dentro da escola precisam ser acompanhadas pela gestão. Dessa forma, os responsáveis por esse documento conseguem reconhecer as necessidades da comunidade, enfrentar novos desafios e manter os objetivos da escola alinhados com a proposta.

Gostou das dicas? Para ficar por dentro de outras discussões importantes em torno da educação, não deixe de acompanhar a página da SM Brasil no Facebook.

Deixe seu comentário