Seja Mudança. Assista o vídeo.

Afinal, como preparar boas aulas para a educação infantil?

Para boa parte das crianças, a vida escolar começa com a Educação Infantil, primeira etapa do ensino básico. Por isso, é preciso que os educadores saibam preparar boas aulas, alinhadas à concepção de educar e cuidar, já que isso ajuda a desenvolver o universo de experiências, conhecimentos e habilidades dos alunos.

Por ser a primeira experiência e contato da criança com a escola, é preciso que as aulas sejam atrativas, lúdicas e, ao mesmo tempo, coerentes com os métodos de ensino-aprendizagem. Afinal, um bom plano de aula tem papel fundamental para despertar o interesse dos alunos, ajudando a alcançar os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento da Educação Infantil, conforme as orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Por esse motivo, neste artigo daremos dicas valiosas para que você, educador, possa preparar boas aulas para a Educação Infantil. Acompanhe!

Planeje atividades que desenvolvam disciplina

A escola é um ambiente onde, além do aprendizado teórico, se trabalha o desenvolvimento socioemocional do aluno. Para a criança que, até então, estava adaptada apenas ao ambiente familiar, trata-se de um processo de descobertas.

Por isso, propor atividades que estimulem a interação com outras pessoas, apresentando regras e valores para o convívio social, é muito importante. Apesar da pouca idade, os alunos da Educação Infantil conseguem desenvolver noções sobre as atitudes consideradas certas ou erradas no ambiente social, assim como exercitar práticas positivas de convivência em grupo, como respeito, empatia e cooperação. Dessa forma, em seu plano de aula, proponha atividades em que esses comportamentos sejam incentivados e recompensados.

Você pode incluir leituras de histórias, fábulas, apresentar filmes e desenhos que abordem os conceitos e boas práticas de convívio em sociedade. Trazer personagens da ficção como referência é uma maneira de as crianças entenderem a importância de identificar seus sentimentos e comunicá-los ao outro de forma harmoniosa e respeitosa, na escola e em casa.

Contudo, para que essas propostas sejam eficazes no desenvolvimento integral dos alunos, é preciso muito diálogo com as famílias para que as crianças sejam direcionadas para os mesmos objetivos em casa.

Estimule a criatividade nas aulas de educação infantil

O ambiente escolar precisa ser, antes de qualquer coisa, divertido e integrador, principalmente na Educação Infantil, etapa que tem como eixos estruturantes de suas práticas pedagógicas as interações e as brincadeiras. Assim, a brincadeira deve ser uma das principais ferramentas no seu plano de aula. Introduza jogos e atividades em grupo que apresentem conceitos matemáticos e de linguagem, por exemplo.

Associar a música com a dança estimula a consciência corporal da criança. Fazer paródias também é um recurso muito interessante, já que usar uma canção que a criança já conhece e adaptar o conteúdo é uma excelente estratégia de ensino e incentivo à criatividade.

Invista sempre em materiais artísticos próprios para cada faixa etária, como massinha de modelar, giz de cera e lápis de cor. Isso exercita a criatividade e a expressividade dos alunos. Uma boa dica é criar murais para expor os desenhos e trabalhos das crianças.

Use a tecnologia como aliada

Usar apenas o quadro e giz nem sempre é suficiente para prender a atenção das crianças, especialmente para uma geração que já nasceu em um mundo high tech. As crianças que formam o atual público da Educação Infantil são muito familiarizadas com as inovações digitais. Então, por que não usar a tecnologia a seu favor?

Complementar os métodos tradicionais com recursos de mídia, vídeos, jogos interativos e músicas pode ser muito benéfico para atrair a atenção dos alunos e melhorar o aprendizado. Além do mais, existem diversos jogos de computador que são educativos e contribuem para desenvolver o raciocínio lógico da criança. Incluir vídeos com animações também é uma forma interessante de planejar uma aula mais lúdica.

Dê ênfase a atividades que desenvolvam competências linguísticas

Ouvir, interpretar e falar — o diálogo envolve uma série de processos que contribuem para o desenvolvimento linguístico na Educação Infantil. Estabelecer rodas para que as crianças conversem, além de estimular objetivos de aprendizagem e desenvolvimento relacionados a articulação de pensamentos e sentimentos, amplia o vocabulário delas.

Os livros de histórias também são excelentes ferramentas para estimular a criatividade, a imaginação e o desenvolvimento linguístico das crianças. Ler com os alunos obras de literatura infantil que trabalhem essas habilidades pode elevar muito o aprendizado.

Por fim, ter as ferramentas certas é fundamental para elaborar boas aulas para a Educação Infantil. Investir em livros que estão de acordo com as tendências atuais da literatura é o melhor caminho para preparar atividades cada vez mais estimulantes, de acordo com os campos de experiência e objetivos de aprendizagem e desenvolvimento previstos para as crianças na educação básica.

Gostou das dicas sobre elaboração de aulas para Educação Infantil? Para elevar ainda mais a qualidade das suas aulas, entre em contato com a gente e conheça nossos materiais didáticos e de literatura para o público infantil!

COMPARTILHE ESTA HISTÓRIAShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

2 Comentários

Ana Cláudia escreveu:

Estou amando o material!Obrigada.


Deixe seu comentário