Seja Mudança. Assista o vídeo.

Dicas para organizar a sala de aula

Para cada objetivo didático, um formato. Faça a sua escolha para promover a mudança!

Entender a sala de aula como um local flexível é um dos primeiros passos para a mudança. Afinal, a disposição da sala de aula e dos demais espaços educativos pode influenciar na aprendizagem e na relação e interação entre aluno e professor e os alunos do grupo.

Já parou para refletir que uma sala com cadeiras enfileiradas pode reforçar a percepção de uma educação centralizada no professor e que isso  pode não estimular a troca de experiências entre os alunos ou facilitar uma atuação mais próxima e mais integrada do professor com o aluno?

Já outras disposições de cadeiras podem facilitar a percepção do professor como tutor ou mediador na troca de conhecimento.

É claro que toda mudança deve ser inserida dentro de um contexto mais amplo, respeitando a proposta educacional e pedagógica de cada escola, bem como o tipo de relação que se espera que os estudantes construam com os professores. Também é importante saber identificar o momento correto ou o tipo de atividade que realmente demande uma disposição inovadora da sala de aula.

Conheça abaixo algumas disposições da turma em sala de aula e o que cada uma delas pode representar.

 

EM CÍRCULO

Ideal para quando o professor é o mediador sem precisar estar em destaque. Se puder ser no chão ainda possibilita uma vivência mais rica e corporal.

EM ‘U’

Para atividades individuais ou coletivas pois permite a troca entre os alunos, além de valorizar a interação do grupo com o professor.

EM FILEIRAS

Centrada na figura do professor. Atende as propostas pedagógicas padrões, dificulta o contato visual com o outro, tendência a um aprendizado mais individual.

EM GRUPOS

Permite a troca e enriquece as discussões. Ideal para promover debates entre grupos com visões distintas.

Identifique se algum desses formatos se adequa às suas propostas educacionais e faça uma experiência. Depois compartilhe conosco o resultado.

Seja a mudança e teste novos formatos.

COMPARTILHE ESTA HISTÓRIAShare on FacebookTweet about this on Twitter

Deixe seu comentário